MENU
PRODUTOS

Chamada whatsapp via site

Toque para acessar

Como otimizar a velocidade das operações no caixa Como otimizar a velocidade das operações no caixa do restaurante?

O cliente sai para almoçar e encontra o seu restaurante - as opções são atraentes e o preço é justo - ele entra e decide pedir uma mesa. Porém, o estabelecimento está cheio e a recepção informa que a espera por um lugar é de pelo menos uma hora. Ele decide esperar, mas na hora de passar no caixa do restaurante, outra dificuldade: as filas cheias e o grande tempo de espera deixam ele cada vez mais impaciente. Resultado: insatisfação com o atendimento.

Essa cena é mais comum do que se imagina, mas a boa notícia é que ela tem solução. Os processos que contribuem para o aumento das filas, para os prejuízos em tempo e produtividade, bem como as perdas financeiras, podem ser minimizados.

O problema: as filas no restaurante

Quando o restaurante tem longas filas, há um fator positivo e um negativo. Mas é preciso que os aspectos positivos se sobreponham às adversidades sempre!

Se muitas pessoas estão frequentando seu estabelecimento a ponto de gerar filas no caixa do restaurante, isso indica que algo está atraindo esse público. Isso é um ponto muito favorável para o seu estabelecimento, mas a gestão deve saber quais os diferenciais competitivos que estão chamando a atenção dos clientes.

Pode ser que os consumidores estejam enchendo seu restaurante por conta da qualidade do serviço aliada aos bons preços. Essas são características positivas, mas o bom atendimento não pode ficar para trás. Se o objetivo é fidelizar os consumidores, este deve ser o diferencial do seu negócio.

Afinal, a mesma fila que pode representar o sucesso do seu estabelecimento pode ser lida pelo cliente como falta de organização na prestação de serviços.

Ninguém gosta de ficar horas esperando, certo?

Se as filas estão prejudicando o fluxo no caixa do restaurante, é hora de rever estratégias e aplicar melhorias. Organização e criatividade são palavras-chave para otimizar o atendimento no seu estabelecimento e reduzir a espera do cliente. Para contornar as situações que atravancam o funcionamento ideal do restaurante, aplicar uma boa gestão para o caixa do restaurante é a medida ideal. Quer saber como? Acompanhe as nossas dicas!

6 dicas para otimizar o caixa do restaurante

Uma administração de sucesso é o caminho para driblar as adversidades e garantir que o que foi planejado de fato funcione. Na hora de corrigir o fluxo em um caixa do restaurante, não é diferente. E é função do gestor identificar quais pontos necessitam de ajustes e aplicar as ações necessárias para convertê-los em processos positivos.

1. Torne a espera menos aparente

Uma boa solução que não vai imediatamente solucionar as longas filas, mas torná-las menos tortuosas: apostar em entretenimento.

Televisores, música ambiente ou shows ao vivo, além de um bom playground para as crianças são alguns exemplos de soluções que podem ser implementadas para distrair o consumidor, diminuindo a percepção do tempo na espera.

Também vale apostar nas cortesias. Bebidas e petiscos são bem-vindos para cativar quem está no aguardo por atendimento e amenizar a expectativa ansiosa.

A iniciativa demonstra uma valorização do cliente e mostra que o estabelecimento está disposto a tornar a espera menos problemática.

Uma pequena lojinha ou estandes com produtos podem ser uma distração para o visitante e ainda geram as chamadas vendas por impulso.

2. Adote comandas eletrônicas

A tecnologia é a grande aliada da gestão. As soluções digitais podem não chegar a eliminar completamente as filas, mas reduzem drasticamente o tempo de espera e otimizam a relação do consumidor com a equipe do restaurante.

As comandas eletrônicas são uma boa solução para adaptar os processos analógicos. Implementando esse recurso, todos os funcionários que estão no atendimento ao cliente terão acesso aos pedidos feitos pelos consumidores.

Chegando ao caixa, os pedidos estarão todos registrados na interface do software, dispensando consultas, o que demandaria mais tempo e aumentaria a chance de erros por fator humano.

3. Facilite as condições de pagamento

Os atrasos no caixa do restaurante podem ocorrer por conta das condições de pagamento oferecidas pelo estabelecimento. Permitir pagamentos só no dinheiro, por exemplo, ajuda a aumentar as filas.

Contar o dinheiro, conferir a autenticidade das cédulas, calcular e devolver o troco demanda tempo. Ao adotar o pagamento por cartões de crédito e débito, você não apenas atrai mais público, como acelera o atendimento prestado, já que as transações no cartão são bem mais rápidas do que as feitas com dinheiro.

4. Treine e integre novos funcionários

As filas aumentam quando sua equipe de colaboradores ainda não domina a dinâmica da empresa. Contornar o problema é fácil: quando novos colaboradores se agregarem ao seu time, dedique tempo para um treinamento de qualidade.

Muitos gestores negligenciam os treinamentos, pensando que são simples gastos. Mas a verdade é que uma equipe bem coordenada é um investimento capaz de gerar engajamento positivo por parte da clientela.

Quando o gestor estimula o aprendizado e a integração de seus funcionários, o trabalho se torna mais fluido e o ambiente mais prazeroso e motivador para os colaboradores. Abrir os canais de comunicação ainda permite que os atendentes se ajudem mutuamente, fortalecendo o trabalho em equipe, o que dinamiza o atendimento e reduz as filas no caixa.

5. Gerencie o cliente

Uma equipe bem treinada e bem equipada tem tudo o que precisa para gerenciar o consumidor que aguarda na fila. A percepção que o cliente tem sobre a passagem do tempo pode ser influenciada pela equipe. Se um bom trabalho é feito, a espera parece mais curta.

Uma demora bem justificada pode parecer passar mais rápido. O responsável pelo gerenciamento dos atendimentos deve ter aptidão para lidar com a ansiedade e possíveis irritações da clientela.

Vale ser cordial. Tratar o cliente pelo nome, além de enfatizar a sua preocupação, gera aproximação e empatia. Informe sobre a previsão de atendimento e aproveite esse tempo de espera para consultar a satisfação diante da qualidade dos serviços.

6. Organize-se

Muitas vezes as altas no volume de consumidores estão ligadas a períodos comemorativos. Datas especiais, como dia das mães ou dia dos namorados, normalmente atraem mais consumidores.

O segredo é se organizar para conseguir lidar com as demandas que tendem a crescer nessas ocasiões. Para dar conta de atender a todos os clientes que esperam ansiosos em um caixa de restaurante, o gestor deve montar um bom quadro de funcionários e aumentar a equipe quando a previsão é de crescimento na movimentação da clientela, mesmo que pontual.

Compartilhe nas redes sociais
X